26 de nov de 2012

Ato na Câmara dos Vereadores!

REUNIÃO NA CÂMARA DOS VEREADORES PRA DISCUSSÃO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO DE 2013, SUGERE CORTE DE 7% NA VERBA DA CULTURA:
Em reunião hoje na câmara de vereadores, alguns trabalhadores de cultura ligados ao Vocacional, Piá, Cooperativa Paulista, Fomento ao Teatro e Movimento
de Teatro de São Paulo, protestaram contra a distribuição de verbas do orçam
ento da cultura, que novamente sugere corte da verba do VAI, mantém sem reajustes o Piá e Vocacional e sugere corte de UM MILHÃO de reais do Fomento a Dança.. Mesmo com aumento de 8,5% no orçamento geral!!!
Representantes da cooperativa, do vocacional, do piá e da cidade tiradentes fizeram falas contra esse absurdo e de tarde, um pequeno grupo se reuniu com Márcio, acessor das lideranças do PT na bancada, pra pedir que o PT entre com pedidos de emendas ao novo relator, aumentando as verbas, inserindo a mostra lino rojas e o vocacional e piá como rubricas de orçamento próprio, e barrando os cortes do vai e fomento a dança..

TODO ANO A MESMA HISTÓRIA.. Se não estamos lá pra gritar contra esses absurdos, eles cortam aos poucos nossas poucas conquistas.

Fiquem atentos aos chamados das próximas reuniões.. É fundamental a nossa presença. Nessa transição de governo, com a entrada de um novo secretário de cultura, é preciso que haja verba para qualquer mudança que a gente queira propor.

Ah! Enquanto o orçamento geral aumentou quase 9%, houve cortes de 7% na cultura, 20% na habitação, 17% em esporte, lazer e recreação.. enquanto finanças, planejamento e obras e transportes tiveram aumentos de mais de 50%.. Claro que estão se preparando pra COPA DO MUNDO DE 2014! Mega evento que diz respeito a todos nós, brasileiros, que é responsável pelo aumento da violência policial, incêndios nas favelas, gentrificação, etc, etc, etc.. Por isso, no próximo sábado, as 13h, na ocupação da Mauá, grande ato contra esses absurdos: "COPA PRA QUEM?" - Convite a todos pra participar junto, num ato que vai unir diversos movimentos populares!

25 de nov de 2012

Comunidade da Paz - EM LUTA!

Nesse domingo, dia 25/11, estivemos as 10h na Comunidade da Paz, numa reunião sobre a situação da comunidade e seu posicionamento diante do Projeto de Parque linear e da construção do Estádio Arena,   ambas situações que ameaçam as famílias de serem desapropriadas a qualquer momento..
Um grupo de engenheiros construiu junto com o Movimento Comunidades Unidas, um projeto alternativo ao do Parque Linear, que mantem quase metade das fmaílias na área, realocando em locais próximos (menos de 2km do local) o restante das casas que realmente está em situação de risco.
Tiramos as novas reuniões e ações de luta, fechamos participação no Ato do dia 1 de dezembro e fortalecemos nosso posicionamento de luta contra esta situação anti-democrática do governo.

A tarde, apresentamos o espetáculo Marruá na sede dos nossos amigos do Grupo Alma, na Cohab II em Itaquera. 



20 de nov de 2012

Nhocuné Soul lança cd Banzo no espaço CDC!

Nosso feriado da consciência negra foi uma grande festa! Marcamos logo cedo no nosso espaço pra fazer um Mutirão de limpeza e arrumação do nosso "quartinho de materiais".. Das 10h as 14h trabalhamos nisso, até que chegaram nosso amigos e parceiros da Banda Nhocuné Soul, com 100l de chop, muita comida  e música boa pra fazer a audição do novo disco, que está lindíssimo!
Aí arrumamos o espaço juntos e curtimos com a galera toda esse momento tão importante do lançamento do CD Banzo, que etsá para download no link: 

http://www.sendspace.com/file/v0epzf

Vale muito a pena! Terminamos o dia com nosso encontro temático do núcleo: Entraves Urbanos, discutindo textos da Raquel Rolnik sobre a formação da cidade e a urbanização, com nosso parceiro Bruno Natale Queiroz...  



16 de nov de 2012

Nego Fugido no Pombas Urbanas - 15/11

Como parte de nosso projeto de fomento, organizamos junto a outros coletivos esse encontro que foi muito especial! Monilson, integrante do grupo e pesquisador, relatou experiências sobre a intervencão artística, a história da comunidade e as lutas políticas da região. Vário integrantes falaram e também a professora e pesuiqsadora Marianna Martins Monteiro.
A apresentação foi muito potente, deixando espaço pra muitas reflexões!



Aqui algumas fotos do dia, da festa que foi cozinharmos todos juntos, cantando e contando histórias..e todo o dia delicioso que passamos juntos.. Finalizando com um cozinhado e uma roda e samba roda!






29 de out de 2012

Propostas e currículos dos atuadores.

Contato Improvisação 
É uma dança a dois baseada na prática/técnica da improvisação e da linguagem sensorial do toque, peso, deslize, pressão, apoio, através de rolamentos do Aikido e da tranferência/troca de peso que leva aos carregamentos. O objetivo do curso é desenvolver um corpo leve, ágil e consciente capaz de dançar/atuar o fluxo de uma improvisação/jogo/composição. 

Ferramentas pesquisadas: 
Esqueleto
Músculos
Órgãos
Respiração
Energia
Fluídos
Líquidos
Percepção do tempo e espaço

Instrutora | Erika Moura |  link para currículo 


Recursos para a instrumentalização da Voz do ator
A voz, sem sombra de dúvidas, aliada ao corpo, é um dos principais instrumentos de trabalho do ator. Através de treinamentos com base em experimentos teóricos, mas aplicados sempre na prática, o objetivo da atividade é fazer com que o participante reconheça, de uma maneira globalizada, a sua voz e mais do que isso, tenha conhecimento da ampla gama de orientações técnicas existentes necessárias para um melhor desenvolvimento de todas as suas potencialidades vocais em conjunto com o corpo, que favoreçam um uso mais consciente de musculaturas, articulações, etc, instrumentalizando de todas as formas o ator; orientações técnicas essas experimentadas em diferentes condições de espaço, como a rua, por exemplo, dentro de todos os aspectos conhecidos de voz falada e cantada. 

Instrutora |Fábio Pinheiro |  link para currículo 


Ator, cantor, dublador, instrumentista, compositor, produtor e professor de música e teatro. Como ator, trabalhou com diversos diretores, entre eles Antunes Filho, Gerald Thomas, José Renato, Antônio Araújo, entre outros, tendo participado de importantes montagens pelo Brasil e exterior, além de festivais nacionais e internacionais. Formado em Teatro e dramaturgia pelo CPT - Centro de Pesquisas Teatrais do Sesc-SP, sob coordenação de Antunes Filho e grupo Macunaíma, além de especializações em Cordoba, Argentina, pela Ciudad de Las Artes. Em música, formou-se pelo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Como instrumentista, é Violinista, Violista e Pianista Popular, tendo tocado em orquestras e grupos de câmara, tais como Quarteto Tessares, Orquestra do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e Orquestra Fervorosa, tendo acompanhado artistas de reconhecimento nacional e internacional como Inezita Barroso, Dani Lassálvia, entre outros. Estudou canto lírico com Maria Cecília de Oliveira, além de Belting e canto popular com Francine Lobo, com especializações pelo INVOZ - Instituto de Comunicação e Voz Profissional. Tem se destacado como Vocal Coach junto à grupos de Teatro contemplados pelo Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo, tais como Grupo Encena; Pombas Urbanas; Filhos da Dita; Trupe Artemanha, entre muitos outros, preparando vocalmente, além também de ter feito composições e arranjos especiais para os seus espetáculos. Ainda como Vocal Coach, trabalha junto à grupos estáveis de pesquisa em Teatro Musical, como a CIABTM - Companhia Brasileira de Teatro Musical, além de Preparador Vocal do Coro Municipal de Cubatão - Zanzalá. Foi também preparador Vocal dos musicais da Cultura Inglesa, tendo preparado diversos números de teatro musical, tais como Les MIserables, Cats, Saturday Night Fever, Grease, Fame, entre diversos outros números, dentro do espetáculo Sing and Dance, de 2005. É diretor, produtor, compositor e dramaturgo da Cia. Caligraferia de Teatro Musical, sendo contemplado em importantes programas de incentivos culturais, tais como Lei Rouanet e Proac Editais, tendo dirigido, produzido e atuado nos musicais Leminski, limão e Gelo; Arte feito mulher e outras homenagens; Veredicto: feia, uma Ópera Irresponsável; Circulação da Ópera El NIño Judio - segunda fase - circulação de espetáculos musicais, pelo interior do Estado de São Paulo. Como cantor, atua como Barítono no Madrigal Il Estro D´oro, sob regência de Maria Cecília de Oliveira, com o qual atualmente grava um CD, com repertório de Música do período Medievo Tardio e Renascentista. Atua também como dublador em São Paulo e pelo Brasil em estúdios tais como estúdio BKS e Tempo Filmes. Atualmente também trabalha na produção do espetáculo Musical Veredicto: feia, uma Ópera Irresponsável, que depois de ser contemplado pelo Proac - Montagem de Teatro inédito 2011, prepara sua estréia em São Paulo para o primeiro semestre de 2013 para temporada regular. Roda de capoeira e samba de roda Capoeira Angola A roda de capoeira angola é um símbolo sagrado entre os capoeiristas e admiradores dessa arte brasileira, espaço democrático onde o canto, a dança, o jogo, a brincadeira é compartilhado pelos praticantes e pelo publico presente, a musica com seu poder, alimenta a alma das pessoas presentes e o teatro que se forma a partir de uma cantiga ou de algum fato acontecido no momento, deixa os presentes em um suspense, em uma viagem do que aconteceu e o que irá acontecer naquele jogo “ será que os capoeristas estão com raiva um do outro!?”, essa é uma caracteristida da capoeira Angola...o drama...onde a brincadeira é seria, mas, o mais bonito é que o drama é para manter o dialogo entre os capoeristas atento, vivo. A roda o jogo da capoeira é o jogo da vida, onde temos que ficar atentos com as surpresas no nosso dia a dia- e demonstra a diversidade cultural do povo brasileiro, onde cada corpo se expressa de forma diferente, mas que dialoga e interage a todo momento. O Centro de Capoeira Angola Angoleiro Sim Sinhô, administrado e comandado pelo mestre Plínio há 20 anos, vem divulgando a capoeira em São Paulo e no mundo através de apresentações, oficinas em Associações, Praças, Sescs, Parques, Seminários e encontros diversos, e ainda nas rodas semanais nas escolas de capoeira do grupo. Estética Teatral 1 – Introdução à Estética; Distinção entre Estética e Filosofia da Arte; Apontamentos sobre o Teatro Grego e as Tragédias; Espetáculo; Política; Sócrates; Platão; Aristóteles. 2 – Voltaire: Brutus (1730) e outras obras; Diderot: Conversas sobre o filho natural (1757) e outras obras; Rousseau: Carta ao Senhor d´Alembert sobre os espetáculos (1758). 3 – Schlegel: Curso de literatura dramática, Definição de teatro, da Poética à Estética; Hegel: estética, Natureza do drama, a lei de unidade, a dicção dramática, o conflito trágico. 4 –Anotine: Conversa sobre encenação, As tarefas do encenador naturalista; Stanislavski, A formação do ator. Ações físicas segundo Stanislavski e Brecht. 5 – Piscator: O teatro político, as grandes linhas de uma dramaturgia sociológica; Brecht: Escritos sobre teatro (textos de 1930 a 1954). 6 – Roland Barthes: Escritos sobre teatro, Por que Brecht?, Brecht “traduzido”, Brecht, Marx e a História, Brecht e o discurso. 7 – Iná Camargo Costa: Teatro Americano Moderno: Introdução Heterodoxa; Orson Welles: Teatro, Política e Cinema. 8 – Práxis e Violência; Violência e arte; Violência e atividade criativa em Teatro – Atividade para reflexão. 9 – Estereótipo – Estereótipo e processo criativo em teatro – Atividade para reflexão. 10 – Resistência – Resistência no processo criativo em teatro – Atividade para reflexão. Anderson Zanetti: É graduado em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista – UNESP, onde dedicou seus estudos à estética teatral e iniciou sua pesquisa sobre Augusto Boal. É mestre e doutorando em Artes/Teatro pelo Instituto de Artes da UNESP – São Paulo, onde deu aulas em 2009 e atualmente realiza pesquisa sobre algumas aproximações do teatro de Boal com o de Bertolt Brecht. É autor de um curso de Filosofia para professores do Estado de São Paulo, pela TV Cultura (2010/2011), e em 2012 escreveu um curso de Estética para o programa de pós-graduação da UNESP – Redefor.

Programação do Grupo Teatral Parlendas (novembro e dezembro) pelo projeto Cidade Entraves ou Estád[i]o de Sítio, contemplado pela 21 edição do Programa de Fomento ao Teatro para cidade de São Paulo:



Atividades de formação, abertas e gratuitas:
(conferir disponibilidade de vagas no producaoparlendas@gmail.com)

Todas as terças-feiras:
 19:00h às 22:30h
 - Núcleo de estudos sobre a copa 2014 e as transformações urbanas:
Local: diferentes espaços, dependendo dos pesquisadores e das demandas das comunidades de Itaquera, sempre decididos com uma semana de antecedência.

Todas as quartas-feiras:
 09:00h às 12:00h
 - Contato e Improvisação - Érica Moura da Cia Nova Dança
Local: Rua Frederico Brotero, 60 - C.D.C

14:00h às 17:00h
 - Capoeira Angola - Chocolate do Grupo "Angoleiro, Sim Sinhô"
Local: Rua Frederico Brotero, 60 - C.D.C

Todas as quintas-feiras:
09:00h às 12:00h
 - Estética Teatral - Anderson Zanetti
Local: Rua Frederico Brotero, 60 - C.D.C

14:00 às 17:00h
 - Recursos para Instrumentalização da voz - Fábio Pinheiro
Local: Rua Frederico Brotero, 60 - C.D.C

Todas as sextas-feiras:
 09:00h às 12:00h
- Oficina de Teatro para as crianças – Dara Freire do Grupo Teatral Parlendas
Local: Quadra ou Campinho, na Favela da Paz (próximo ao metrô Itaquera)

- Estudo Práticos de Palhaçaria e Teatro Cômico – Natália Siufi, do Grupo Teatral Parlendas
Local: Garagem do Seu Pedro, na Favela da Paz (próximo ao metrô Itaquera)

(os participantes se encontram sempre as 15m para as 9h, na catraca do metrô Itaquera)

Agenda de atividades:

15/11/2012
Encontro com “Nego Fugido” e Debate com Diversos Movimentos Sociais:
O Nêgo Fugido é um espetáculo da cultura popular santamarense que funde elementos da dança, da música, do candomblé e do teatro. Ele registra uma manifestação popular única, mantida há pelo menos um século pelos moradores de Acupe, distrito de Santo Amaro. Trata-se de uma encenação que recria, anualmente, a luta pela libertação dos escravos.
Organizado por diversos coletivos paulistas, o debate com convidados do Movimento Sem Terra, Mães de Maio, Movimento Negro, Movimento Teatral de São Paulo, pretende conversar sobre: escravidão, persistência dos modelos de opressão, intervenção, e “arte e resistência”, a partir o encontro com Nego Fugido.
15h – Manifestação Nego Fugido
17h – Samba de Roda e Cozinhado, com Nego Fugido
19h – Debate com diversos movimentos sociais e coletivos artísticos
Local: Centro Cultural Arte em Construção, sede do Grupo Pombas Urbanas, na av. Dos metalúrgicos, 2100.

     
24/11/2012
Mostra 10 anos de Fomento:
16h - Uma jornada de João e Maria - Cia. Nois na Mala
18h – Espetáculo Marruá - Grupo Teatral Parlendas
20h - Insônias de Antônio - Grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes
Local: Rua Frederico Brotero, 60 – C.D.C



 

25/11/2012
16h - Espetáculo Marruá – Grupo Teatral Parlendas
Sinopse: Quais são as linhas que demarcam um território? Que traçados determinam uma nação? O que nos torna povo de algum lugar? A pobreza respeita fronteiras? E a resistência?  Marruá é uma expressão utilizada pelos peões do centro-oeste do Brasil, para designar um touro que se desgarra do rebanho, fugindo para as matas e se tornando selvagem e bravo (alongado), pois passa da época de ser abatido. Como o bicho que rompe as cercas que lhe prendem, deixamos de ser mansos e nos afastamos do rebanho para enxergar de mais longe. O espetáculo foi criado a partir de narrativas de diferentes brasileiros, recolhidas pelo grupo nas cinco regiões do país, em territórios de resistência e luta como: quilombos, seringais, aldeias, vilas e assentamentos. Fragmentado em blocos, apresenta o nascimento, desenvolvimento, morte e ressurreição de uma “comunidade” em constante transformação. (60m – livre – espetáculo de rua)
Local: Praça Ocaruçú - Itaquera (Rua Alaíde de Souza Costa, altura do nº 600 - continuação da Rua Júlio Bala, esquina com Rua Virgínia Ferni, Conjunto José Bonifácio)


08/12/2012
16h – Espetáculo Todo Mundo Tem um Sonho – Grupo Pombas Urbanas
Sinopse: Primeira montagem infantil do grupo, o espetáculo resgata as origens do circo-teatro no Brasil e recria o universo das antigas e populares companhias de circo mambembe numa linguagem interativa e envolvente. Surgiu a partir da intervenção La Suerte (2000), criada e apresentada pelo grupo nas ruas do centro da cidade e associações de bairro do município de São Paulo.
Local: Quadra ou Campinho, na Favela da Paz (próximo ao metrô Itaquera)

15/12/2012
16h - Espetáculo Marruá – Grupo Teatral Parlendas
Sinopse: Quais são as linhas que demarcam um território? Que traçados determinam uma nação? O que nos torna povo de algum lugar? A pobreza respeita fronteiras? E a resistência?  Marruá é uma expressão utilizada pelos peões do centro-oeste do Brasil, para designar um touro que se desgarra do rebanho, fugindo para as matas e se tornando selvagem e bravo (alongado), pois passa da época de ser abatido. Como o bicho que rompe as cercas que lhe prendem, deixamos de ser mansos e nos afastamos do rebanho para enxergar de mais longe. O espetáculo foi criado a partir de narrativas de diferentes brasileiros, recolhidas pelo grupo nas cinco regiões do país, em territórios de resistência e luta como: quilombos, seringais, aldeias, vilas e assentamentos. Fragmentado em blocos, apresenta o nascimento, desenvolvimento, morte e ressurreição de uma “comunidade” em constante transformação. (60m – livre – espetáculo de rua)
Local: Quadra ou Campinho, na Favela da Paz (próximo ao metrô Itaquera)

26 de out de 2012

Marruá no Mutirão do Dolores


Foto de Sabina Ciari, grande parceira nossa, do dia de apresentação do Marruá na ocupação da praça Artur Alvim, pelo Grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes..



15 de out de 2012

Lista das Turmas de Formação:

O Parlendas inicia esta semana suas atividades de formação, pelo projeto Cidade Entraves ou Estad[i]o de Sítio, contemplado pela 21 edição do Fomento ao teatro para cidade de São Paulo. Restam vagas e manteremos abertas as inscrições aos interessados. Ajudem a Divulgar!
Lista das turmas:
CONTATO-IMPROVISAÇÃO: Quarta das 9h as 12h
Renata Alves
Dimas Reis
Vanessa Vioti
Leticia Carvalho
Marcos Francisco
Patrick Cotê
CAPOEIRA ANGOLA: Quarta das 14h as 17h
Dimas Reis
Marcos Francisco
Patrick Cotê
ESTÉTICA TEATRAL: Quinta das 9h as 12h
Leticia Carvalho
Ana Valentim
INSTRUMENTALIZAÇÃO PELA VOZ: Quinta das 14h as 17h
Dimas Reis
Leticia Carvalho
Karen Aiello
OFICINA DE TEATRO COM PARLENDAS: Sexta das 9h as 12h
Carolina Hebling
Ana Valentim
Como chegar a nossa sede:

8 de out de 2012

Contato Improvisação ( por Erika Moura)

Contato Improvisação é uma dança a dois baseada na prática/técnica da improvisação e da linguagem sensorial do toque, peso, deslize, pressão, apoio, através de rolamentos do Aikido e da tranferência/troca de peso que leva aos carregamentos. O objetivo do curso é desenvolver um corpo leve, ágil e consciente capaz de dançar/atuar o fluxo de uma improvisação/jogo/composição. Ferramentas pesquisadas: esqueleto, músculos, respiração/energia,orgão/fluídos/líquidos do corpo e a percepção do tempo/espaço. ------------------------------------------------------------------------------------- Erika Moura: Começou no Teatro em 1992,participando de Oficinas e cursos o mais importante desenvolvido junto a diretora e atriz Flávia Pucci. Pouco depois aos 17 anos,integrou o Grupo Tabefe de Teatro,onde atuou em três peças sob a direção de Olair Coan. Em 1999,formou-se pela EAD-Escola de Arte Dramática/ECA/USP com o espetáculo Esperando Godot de Samuel Becket com Direção de Cristiane Paoli Quito. De 1998 à 2006 no Estúdio Nova Dança fez Workshops e aulas regularmente de Improvisação Dança/Teatro e Palhaço com a Cristiane Paoli Quito, Contato Improvisação, Clássico, Contemporâneo, Nova Dança, BMC(Centralização Corpo e Mente), Material para coluna com os professores Tica Lemos, Diogo Granato, Rose Akras, Steve Paxton Lisa Nelson, Alito Alessi, Nancy S. Smith e Mike Vargas. A partir de 2001 começou a dar aulas e workshops de Palhaço, Interpretação e Contato Improvisação na Ead(Escola de Arte Dramática/Usp), Estúdio Nova Dança e nos espaços das próprias Cias e Grupos de Teatro, como a Cia São Jorge de Variedades, Bartolomeu, As Meninas do Conto, Teatro de Narradores, Cia do Tijolo, a dupla de Palhaço dos Doutores da Alegria Bife e Quinan(Juliana Balsalobre e Marina Quinan), Cia de Diadema, Grupo 3 de Teatro e nas unidades do Sesc. Desde 2001 é integrante da Cia Nova Dança 4 onde atua como intérprete-criadora com direção de Cristiane Paoli Quito. De 2000-2008 fez assistência de direção de nove espetáculos na EAD/ECA/USP, sete com Direções de Cristiane Paoli Quito, um com Direção de Tica Lemos e o último com Direção de Zé Fernando.

Vai começar!!!!

Com grande alegria, abrimos nossas atividades aos amigos e parceiros..

7 de out de 2012

Fomentados!

O Parlendas foi contemplado com a 21 edicao do Programa de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo, no projeto: Cidade Entraves ou Estad[i]o de Sítio. Muita alegria, muito trabalho pela frente. Embreve, mudanças no blog, novo site, atividades de formação abertas e gratuitas para todos os parceiros que quiserem chegar! Vamos aos poucos avisando tudo por aqui e pelo nosso novo site que está em construção. Nossa sede compartilhada: CDC, fica ao lado do metrô patriarca, pra quem quiser conhecer nosso trabalho e o de tantos parceiros que estão por lá, como o Dolores, que está em cartaz com Insônias de Antônio, aos sábados as 20h. GRÁTIS

7 de mai de 2012

Viradinha no Centro Cultural São Paulo

Depois de muito trabalho, a viradinha foi incrível! Ocupamos o espaço público que é nosso! Fizemos nossas histórias, juntos! "A poesia é a nossa ocupação e um punhado de histórias que pintamos nesse chão"
"Ei caminhante, ei passageiro vem cantar a alegria de ser parte da história de um lugar"

3 de mai de 2012

I Congresso Nacional da CONLUTAS

Ensaio Aberto do PRIMEIRO BLOCO do espetáculo... FOTOS SABINA CIARI (Valeu Sabina e Mário pela força!!!)

1 de mai de 2012

CONLUTAS - I CONGRESSO NACIONAL

O Parlendas esteve no último domingo, no I Congresso Nacional o Conlutas, a convite da organização, na Primeira Mostra te Teatro, realizando seu primeiro ensaio aberto do primeiro bloco do espetáculo que está sendo montado com o PROAC espetáculo inédito 2012, previsto pra estrear em junho de 2012. Foi um dia muito especial e em breve colocaremos aqui as fotos. Agradecemos a todos que esiveram presentes, pois a roda foi incrível e a energia do ensaio foi muito gostosa!

23 de abr de 2012

Em defesa da Flaskô, nós apoiamos!

Para maiores informações sobre a fábrica, entre no blog: http://flasko.blogspot.com.br/ Em Defesa da Flaskô! Campanha permanente de apoio à luta dos trabalhadores da Flaskô - fábrica sob controle operário e em luta pela estatização desde 12 de junho de 2003! Aí mais uma foto da nossa galera lá na fábrica. Mário e Elton, com Bruno.

FLASKÔ e PARLENDAS

Visita a Flaskô, fábrica ocupada pelos trabalhadores, em Sumaré. O Bruno, mostrou pra gente todo processo de fabricação das bambonas e a Flaskô apoiou o Parlendas nos dando duas bambonas, que serão utilizadas no novo espetáculo. Dia de muito aprendizado. Em breve postamos mais informações sobre a história e luta da FlaskÔ.

3 de abr de 2012

Juventude? Atitude! em São carlos

Respeitável Públicooo!! O Parlendas em São Carlos Convida você pra sonhar... Para compor em coletivo, Teatro de rua e popular. Dança o corpo que mexe o mundo! É tempo! É ação! Equilibra, sustenta, se lança No vôo acrobata que explode esse chão! As inscrições já estão abertas vem pra essa roda cirandar! Vamos criar um espetáculo de rua e você também pode participar!!! Inscrições até 15 de abril !!! Faça sua inscrição pelo blog: http://atitudenaruaja.blogspot.com/p/inscricao.html As oficinas são gratuitas. Até 20 vagas! O projeto “Juventude? Atitude!” é uma parceria entre o Grupo Teatral Parlendas (São Paulo) e o Grupo Corpo de Rua (São Carlos), que possui o objetivo de fomentar a pesquisa teatral na cidade de São Carlos, a partir da produção de um espetáculo teatral de rua. Para participar do espetáculo foram abertas as inscrições para as oficinas. São apenas 20 vagas. Serão nove meses de trabalho continuado, com ensaios semanais e oficinas mensais, encontros entre coletivos e grupos para articulação de um movimento cultural forte em São Carlos, refletindo e praticando o teatro de rua, o jovem e a arte, o teatro épico, o cômico e o circo.

19 de mar de 2012

em processo...

Ensaio no Parque Trianon... Pedro ensinando os passos do Búfalo de Yansã. Nesse dia, o guarda do parque tentou nos proibir de ensaiar e tivemos que explicar que já existe um decreto que permite o artista ensaiar e se manifestar em ruas e parques e relembrar que a constituição brasileira também nos garante este direito. No fim, ensaiamos! Estamos às terças das 9h as 13h, às quartas das 14h as 18h e aos sábados e domingos de tarde, ensaiando no Circo da Barra, localizado na UNESP. Quem quiser, apareça..

17 de dez de 2011

Dona Leonilda!!!!

Aos apitos, correndo, ela vinha nos impedir de passar entre os corredores, cumprindo seu trabalho como vem fazendo há mais de trinta anos, no memso terminal.
Quando nos viu de perto, soltou uma gargalhada imensa e nos deu um abraço daqueles que traz todo carinho e afeto de uma mãe, vó, trabalhadora, mulher...
Não parou de rir e de nos abraçar, até chegarmos ao vestiário, onde pediu: Quero uma foto! Quero uma foto!

Aí está Leonilda.. E será levada pessoalmente ao Terminal PArque Dom Pedro, como lembrança daquele momento tão especial..
Pessoas que fazem a gente ver que tem sentido fazer o que a gente faz.. Que tem troca no que a gente propõe.. Que tem riso, tem festa e tem cor!

Esse abraço fica na gente, junto com tantos abraços que nos motivam a continuar.


Parlendas na SPTRANS



Sobre o projeto de Palhaço nos Terminais de Ônibus:

É certo que grande parte dos usuários, dependentes do transporte público da cidade de São Paulo, são de classe baixa e moram em regiões periféricas ao centro da cidade. Os primeiros ônibus, ainda de madrugada, já saem com grande quantidade de gente, em trajetos de quase duas horas, feitos ao menos duas vezes por dia.
Portanto, a maioria dos usuários depende do transporte para seu sutento e trabalho e passa quase 1/6 do dia dentro da condução. Fora isso, as filas são grandes, é raro ter assentos para todos pois as conduções estão quase sempre lotadas, é comum o trânsito aumentar muito o tempo das viagens e outras mil dificuldades cotidianas experenciadas pelos proletários paulistas.
Alguns problemas constatados anteriormente, junto com a equipe da SPTRANS, foram: desrespeito ao assento preferencial; mau-humor, a impaciência nas filas, lixo pelas janelas; descaso dos funcionários; desrespeito com os funcionários; assédio sexual...
Muitas vezes a busca pela sobrevivência, o cansaço do dia a dia, o stress do trabalho-vida-família, a pressa e a vontade de chegar em casa deixam a generosidade e o respeito por si e pelo o outro em segundo plano. Difícil recuperar este senso de coletividade e de generosidade com poucas ações ou mesmo ações descontinuadas, que não insiram o usuário em alguma lógica de pensamento e de atitude.
O Parlendas apresentou há três anos um projeto para SPTRANS que tentasse interferir no cotidiano dos usuários, provocando reflexões sobre esse espaço.
A concepção originária de educar vem do latim "educare": endireitar, porém contrariando essa idéia civilizatória de endireitar alguém para caber em algo, mais do que educar ou conscientizar, pensamos em provocar; em gerar fraturas e interseções no pensamento e na atitude das pessoas, para que reflitam sobre o seu posicionamento no mundo. Além de tudo e acima de tudo, divertir, pois o palhaço e o humor estão para o riso e a crítica numa relação direta. Divertir e relaxar também, depois de exaustivos trajetos e dias, é uma forma de mostrar outras visões de mundo e de modos de ser.
O Grupo Teatral Parlendas utilizou-se de seus instrumentos de trabalho: (a linguagem cômica e o palhaço) para causar o riso em quem passou o dia de cara fechada. Fizemos “campanhas” como: a massagem coletiva, que ocasiona o toque; as novas estratégias de carregar sacolas (com perna de pau ou segunda altura); a campanha 2 em 1 para pagar meia passagem; a godofreda (barata) que é a melhor companheira da viagem; a inspeção do desfedorante junto com a campanha: Abaixa o braço!; a campanha: Senta no colo, que cabe mais gente!; a dica: "Relaxa que vem "bocetada" na cara".. - É Bolsada, Tilápia!.. - Ah sim! Foi o que eu disse, bocetada!; o disk Dilma e disk Kassaba; etc

Sabemos que o problema de transportes não é algo isolado, mas fator de um sistema capitalista que só sobrevive às custas da exploração do trabalhador. O Parlendas, buscando a troca com estes trabalhadores, vê nos terminais de ônibus, grande espaço de interlocução e potência.

Agenda de Dezembro:


6 de dez de 2011

O Grupo Teatral Parlendas iniciou a montagem do seu mais novo trabalho, um espetáculo de rua que narrará as andanças trajetórias feitas pelo grupo no projeto Histórias de Retalhos em 2010, pelo prêmio FUNARTE Circulação Literária. Desta vez, contemplados com o Edital PROAC nº 01/2011 Concurso de apoio a projetos de produção de espetáculo inédito de teatro no Estado de São Paulo, no valor de 50.000,00, pelo período de oito meses.
Temos o imenso prazer e alegria de compartilhar o processo com os parceiros: Luciano Carvalho (Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes) na direção e o Mestre Tião Carvalho (Morro do Querosene) na provocação e treinamento corporal.
O espetáculo que terá estréia em abril de 2012, circulará por quilombos, penitenciárias, assentamentos do MST e ruas e praças do interior do Estado de São Paulo, junto com o documentário "Narrativas de Retalhos" que em breve terá seu lançamento na cidade de São Paulo e no interior paulista.

Abaixo, orçamento do projeto contemplado:
(o item registro áudio visual era para o Elton, que foi conosco como cinegrafista, mas que agora está no núcleo de criação, compondo conosco o espetáculo, portanto não teremos registro de todo processo, mas sim mais um artista pensando junto toda brincadeira)

15 de nov de 2011

Itirapina - Oficina de Teatro Popular

Quatro dias de oficina em Itirapina. Praça grande, pessoas queridas..
O Parlendas abrindo caminhos por aí.. Obrigada a cidade pela recepção..
e a família toda do Saulo pela comida, carinho e hospitalidade!


26 de out de 2011

Semana da America Latina em São Carlos na UFSCar


Delícia de dia... De manhã e a tarde oficinas de teatro com Maria Gabriela e Natália, com os estudantes da Ufscar.. Agora a noite, as 19h30, lançamento do Documentário: Histórias de Retalhos - 80 dias parlembembando por aí.. (edição e produção de Elton Maioli), com apresentações de música indígena e presença de vários amigos na conversa após exibição.

Viva o Teatro de Rua.. As trocas por esse mundão..

7 de out de 2011

PARLENDAS EM ITIRAPINA!!!

Dessa vez a roda será formada em Itirapina -S.P.!

Uma parceria entre as Oficinas Culturais Sergio Buarque de Holanda - São Carlos e a Prefeitura de Itirapina

A oficina tem por objetivo trazer reflexão e experimentação sobre as diversas técnicas que permeiam o fazer teatral, principalmente as manifestações cênicas para locais públicos, como o teatro de rua, passando por meio da oralidade e de uma construção prática e coletiva, alguns expedientes do teatro épico, cômico e das culturas tradicionais, através de jogos e brincadeiras.

Público: a partir de 13 anos.

Espaço Cultural Casa Guariento
Rua 5, 195 - Centro
Itirapina, Brazil

Data: 08/10 - 09/10 – 15/10 -16/10
... Sábados: 10h às 12:30h – 13:30h às 17h
Domingos: 10h àsh 12 às 14h às 16h

Datas e demais informações:
(19) 3575-1852 - com Saulo
http://www.oficinasculturais.org.br/programacao/regionais-2-semestre-2011/sergio-buarque.php