22 de dez de 2010



por Natália Siufi, as 15:33, de Xapuri

Seu Sebastião veio de Belém do Pará com 16 anos, junto a sua mãe, para o Acre. Trabalhou como seringueiro, gerente de seringal, foi como um tesoureiro do Sindicato na epoca de Chico Mendes.
Conheceu Corina e há 21 anos ou mais, mora em Xapuri.
Sentados numa cadeira de balanço, olhando para o Rio, numa tarde quente, conversamos por longo tempo... Conversa gostosa, tranquila...
Né não, Seu Sebá?! dizia o outro senhor sentado ao lado, vizinho do casal.
Seu Sebá tem o sorriso doce e tranquilo, assim como Damião, MAria de Fátima, ângela e tantos outros Xapurienses...

-----

O Grupo tem feito os treinamentos na praça central, em frente a igreja Sâo Sebastião. As crianças sempre querem participar. Divulgamos as oficinas nas escolas e pela cidade, numa espécie de cortejo, com nosso megafone anunciando os horários.
Um menino passava perto da igreja e gritamos:
- Ei! Amanhã terão oficinas...
-Na igreja e na Casa Branca. (ele respondeu) e saiu correndo depois.

As fotos estâo no flickr e em breve por aqui também..

Nenhum comentário: